Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Eldorado do Sul - RS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Eldorado do Sul - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Twitter
Rede Social Instagram
Rede Social WhatsApp
Rede Social Youtube
Rede Social Spotify
Rede Social TikTok
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
04
04 OUT 2017
Prefeitura e Corsan lançam programa de regularização de água em Eldorado do Sul
         A Prefeitura Municipal de Eldorado do Sul e a Companhia Rio-grandense de Saneamento (Corsan) iniciaram, na última segunda-feira (2), as obras de implantação do Programa Água, Vida e Cidadania, em Eldorado do Sul. A parceria começou com o assentamento de 210 metros de redes de água para 57 famílias residentes na Rua São Borja, no bairro Centro Novo, que terão o acesso ao serviço regularizado. 
 
          O Prefeito Ernani de Freitas Gonçalves avaliou como "fantástica" a parceria com a Corsan na execução das obras e no pioneirismo deste programa. Mas a parceria com a Corsan não fica apenas na água, os esgotos serão tratados também. "E logo em seguida deve começar as obras do esgoto, também em parceria com a Corsan, isso demonstra evolução de trabalho e saúde para a comunidade", completou o chefe do Executivo. 
 
        Este é um programa pioneiro que pretende regularizar 25 mil ligações clandestinas de água no Rio Grande do Sul até 2019. De acordo com o Diretor Comercial da Corsan, Luciano Eli Martin, legalizar o abastecimento em comunidades que têm o atendimento irregular possibilita a melhoria da qualidade da água. Além disso, o programa vai regularizar o atendimento de mais de mil famílias em Eldorado do Sul. 
 
        Para participar do programa e ter direito à isenção da primeira ligação de água e três primeiros meses com fatura demonstrativa de consumo, o munícipe deve procurar a Secretaria de Habitação e solicitar o Cadastro e o Cartão Numérico.  Segundo o Secretário de Habitação, João Ferreira, "depois dos três meses os participantes cadastrados pagarão uma taxa social". Mas os munícipes devem ficar atentos "para não gastar mais que 10m³ de água, esse é o limite para a taxa social, pois o excesso será cobrado sob a taxa normal", completou o responsável pela pasta. 
Seta
Versão do Sistema: 3.1.9 - 17/01/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia