Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Eldorado do Sul - RS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Eldorado do Sul - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Twitter
Rede Social Instagram
Rede Social WhatsApp
Rede Social Youtube
Rede Social Spotify
Rede Social TikTok
Serviços
História
Conheça nossa História

História de Eldorado do Sul 

Acredita-se que a origem da colonização da margem direita do Rio Jacuí e do Lago Guaíba tenha se dado com a saída dos trabalhadores da Sesmaria de Sant'Ana Jerônimo de Ornelas, na segunda metade do século XVIII. Para não perder suas terras a Coroa Portuguesa começou a doar terras na região com fins de conter a Coroa Espanhola pelo território do gaúcho.


Ao final da Guerra do Paraguai o Coronel João Thomaz de Souza Machado foi bonificado por sua contribuição no conflito. Recebeu terras que em 1938 passariam a se chamar Distrito Bom Retiro de Guaíba. Por sua proximidade com Guaíba, o futuro Centro de Eldorado e Mariana Pimentel o local ficou conhecido como o “coração da região”.


Em 1885 foi fundada pelo engenheiro alemão Henrique Brockmann a CFPP - Companhia Fábrica de Papel e Papelão. Brockmann escolheu a região que hoje é conhecida por Bom Retiro devido a semelhança com o local de onde partira e a distância com o Centro de Guaíba, que na época chamava-se Nono Distrito de Porto Alegre – Pedras Brancas. Logo formou-se a população ao seu redor e em 1954 foi inaugurada a Igreja da Comunidade São José para os moradores do local. 

Curiosidades sobre a CFPP:  

   Foi a primeira fábrica comercial de papel do Brasil 

   Ela foi fundada três anos antes da assinatura da Lei Áurea; 

   O escritório da fábrica ficava no Centro de Porto Alegre, na Av. Sete de Setembro e a comunicação entre a unidade fabril e o centro administrativo era feita através de pombo correio; 

   No início a matéria-prima da produção era taquara, sendo mudada posteriormente para o eucalipto 

   Países como França, Inglaterra, Alemanha receberam os papéis feitos pela CFPP 

   A planta e operações da fábrica foram vendidas ao Grupo Votorantim em 1957, operando no local até 1964, mudando a produção para Guaíba. 

 

   Arroz Guaíba Biblioteca do IBGE         

                                        Plantação de Arroz Fonte(Biblioteca do IBGE)                                                 Casa Chácara                                                   CFPP e Brokmann

 

              

                             Coronel João Thomaz Lu Santos          Fotos Casa Chácara Lu Santos             Freira Medianeira Lu Santos         Ponte Biblioteca do IBGE

 

No ano de 1893 foi construída a Capela de São Pedro, no terreno onde hoje fica a Estação Experimental Agronômica da UFRGS no Parque Eldorado. A edificação foi restaurada em 1961 e hoje é patrimônio histórico tombado a nível federal.  

Apesar da indústria, a grande riqueza da região é o cultivo do arroz. Entre os séculos XVIII e XIX a produção era levada por barcos ou por terra, por um mapa bem diferente do atual, mas alguns pontos ainda são existentes. A Estrada da Arrozeira leva este nome por justamente servir de via de transporte para os produtores de arroz que tanto iam para Charqueadas como para Porto Alegre.  

A travessia para a Capital se dava onde hoje fica o Bairro Picada, pois era o ponto mais fácil de chegar em Porto Alegre, tendo em vista que ainda não havia as pontes para ligação por terra. 

Em 1937 é fundada as margens do rio Jacuí a Vila Sans-Souci. Nome dado pelos fundadores do local, Herbert Guthmann e Frederico Warstat. Apesar da origem germânica dos fundadores o nome do local é francês, que em tradução literal significa “Despreocupado ou sem preocupação”.  

Curiosidade: Sans-Souci também é o nome de um castelo alemão, localizado em Potsdam. Construído no século XVIII 

Nos anos 30 o balneário de Sans-Souci chegou a ser o principal destino de veraneio dos porto-alegrenses. Estes, chegavam na localidade por meio de uma barca chamada de Gasolina, que partia de Guaíba e tinha como destino a capital gaúcha.  

Em 1948 Sans-Souci receberia o IPVDF – Instituto de Pesquisas Desidério Finamor. O instituto que surgiu em Porto Alegre em um pequeno sobrado no Centro da cidade como iniciativa da Secretária de Agricultura do RS, para pesquisas sobre o surto de febre aftosa nos anos de 1940.  

Para suprir a demanda de transportes de trabalhadores, o IPVDF disponibilizou uma barca que leva e trazia as pessoas da Capital. Aos profissionais de escalão mais alto construiu residências ao seu redor e uma escola destinada a seus filhos. Como o catolicismo era predominante, construiu-se uma igreja para a comunidade que se formava nas imediações do local.  

Chegam os anos 50, com eles a necessidade de ligar por terra uma margem a outra do rio Jacuí. Diversos projetos foram apresentados e em 1955 inicia-se a construção da Travessia Régis Bittencourt. Complexo de quatro pontes sobre o Jacuí sendo a mais próxima da capital a famosa ponte com vão móvel. Em pouco mais de três anos, em dezembro de 1958 a obra é concluída.  

O resultado para o “lado de cá” é uma invasão turística, visto a facilidade de acesso a quem vinha de carro. As prainhas de Sans-Souci e Itaí eram o ponto de encontro dos porto alegrenses e experimentavam uma movimentação nunca antes vista. 

Vila Medianeira – A região central de Eldorado recebeu este nome, pois na época que ainda era um distrito de Guaíba, uma moça de uma tradicional família da localidade sagrou-se freira pela Nossa Senhora da Medianeira, assim sendo a origem do nome do bairro. 

Curiosidade: embora seja conhecida como Ponte do Guaíba, a Ponte Getúlio Vargas na verdade passa sobre o Rio Jacuí e não sobre o Lago Guaíba. 

Agora dispondo de acesso fácil, um grupo de amigos fundou na localidade do Parque Eldorado o Guaíba Country Club, no ano de 1959. O local que dispunha de diversas opções de lazer virou destino dos porto-alegrenses mais abastados durante a época de verão, tendo em vista a dificuldade de ir ao litoral naquela época, pois a RS-030 era precária e a Freeway estava longe de sua inauguração.  

Durante as décadas de 1960 e 1970 os habitantes locais foram criando seus hábitos, costumes, mais pessoas migraram para os então Distritos de Eldorado, Flor do Conde (ex Sans-Souci), devido sua proximidade com Porto Alegre, porém a prefeitura de Guaíba que regia poder sobre a região acabou deixando esta parte um tanto esquecida, com poucas ações das secretarias, devido a grande distância em relação ao Centro da Cidade. 

Ao chegar os anos ‘80 a surge necessidade de uma emancipação. A população começa os movimentos e em 1985 se inicia o processo de separação da região dos Distritos de Eldorado, Bom Retiro do Guaíba, Guaíba Country Club e Flor do Conde. Em 8 de junho de 1988 o processo é concluído e nasce o município de Eldorado do Sul. O nome foi escolhido por meio de votação, onde as demais opções eram Flor do Conde e Medianeira do Sul, mas o que faz alusão ao ouro e riqueza venceu.  

 


 

Galerias de Fotos Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia